Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Insensatez de Menta e Chocolate

Insensatez de Menta e Chocolate

Estar a morrer

Eis que toda a gente está a morrer de alguma coisa de vez em quando, seja de amor, de frio, de fome, de sono, de tédio ...

 

Acontece que não obstante ao quão intenso é esse estado de alguma coisa, não concordo com a expressão "estar a morrer".

 

Para além de que a maioria das vezes em que a utilizamos estamos somente a exagerar para dar a entender a ideia. 

 

Desconhecendo a opinião científica (e agradeço se quiserem apresentar-ma), acho que a morte é um instante, eu ou estou viva ou estou morta. 

 

Os casos mais próximos do estar a morrer serão as doenças terminais, ao que me responderam que se as tuas células estão a morrer quer dizer que tu também estás.

 

Mas elas não vão morrendo ao longo da nossa vida mesmo quando não "estamos a morrer"? e não fazem outras coisas individualmente que nós não estamos propriamente a fazer como um todo? E se eu sobreviver, já não "estava a morrer"?

 

Mas se querem continuar a estar a morrer de vez em quando, que seja em technicolor.

 

 

2 comentários

Comentar post

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D