Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Insensatez de Menta e Chocolate

Insensatez de Menta e Chocolate

A lenda da carruagem

O que distingue as coisas na minha memória são os pormenores e não o seu conteúdo principal, e é por isso que eu me perco a contar histórias e "pronto Rita, já percebemos que leu o livro".

 

Vai daí, se pretendem ter um bom resumo geral ou alguma surpresa com a obra em causa, cujo título original é "Karjolsteinen", não vos recomendo que continuem a ler isto.

 

Mas vou tentar ser breve:

 

Era uma vez um irmão que passou numa feira do livro (daquelas que há agora muitas vezes nos centros comerciais) e sabendo que a sua irmã iria parar por lá e procurar um, ele fez o mesmo, e escolheu o que lhe pareceu mais interessante.

 

- Olha comprei-te este livro por 1€, era o melhorzinho que lá estava e acho que se fosses tu também terias escolhido esse.

 

- Ah, obrigada. Duvido, mas por pior que seja aprende-se sempre alguma coisa. (Dito com cara de que foi uma atitude simpática, mas que ele nunca iria acertar nos seus gostos, crença que qualquer "código dos irmãos" explica.)

 

Assim passado algum tempo e terminados todos os seus livros pendentes, deu-lhe uma oportunidade e foi o seu livro preferido de 2013.

 

Porquê?

 

A história é sobre dois homens que se cruzam: um escritor socialista e um ex-padre luterano.

 

Os temas das vidas deles são o medo, a traição, a fé, a doença e a morte.

 

Um deles encontra um sentido quando tem a melhor semana da sua vida, que coincide com a última da sua mulher, e lhe preenche a alma, permanecendo num estado de felicidade e paz até ao fim dos seus dias.

 

O escritor está confuso, sente falta de inspiração para escrever e conhece a história do outro homem, mas quando regressa à sua vida, deseja apenas que "não me tirem esta inquietação".

 

E foi por isso que eu gostei do livro, porque fala sobre problemas comuns e não é um "guru" do otimismo e paz espiritual para nos fazer acreditar que não os teremos, deixando a mensagem de que é esse estado de incerteza que nos move.

 

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D