Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Insensatez de Menta e Chocolate

Insensatez de Menta e Chocolate

O jogo vira custe o que custar

O poder das manhãs é infinito.

 

O das músicas que o meu rádio ecoa nessa altura também.

 

Assim, depois dos Clã já terem referido que aquela música encontrou "alguém que julgou que era para si, em particular,  que a canção estava a falar."

 

Também romperam o meu cerco com esta e ... a vida continua. 

 

Palavras

Um dia alguém me disse:

 

"Às vezes falar contigo dá a sensação que começas a falar contigo própria em vez de estares com atenção ao que te digo,  uma questão de género."

 

Não sei se é do meu género, se ainda é só defeito ou já é feitio, é pelo menos verdade.

 

Uma tarde que se tornou um dia

A palavra véspera é a prova de como é o "povo quem mais ordena".

 

E o que é um jornal vespertino? É um jornal que já saiu ontem?

 

Não, é um jornal que sai à tarde.

 

E onde se usa a palavra? Nos textos litúrgicos, e existe até a oração de vésperas que se reza à tarde.

 

Ao que parece a palavra vem do latim e tem origem na estrela Vésper ou talvez Vénus que aparece a essa hora do dia.

 

Mas antigamente não havia internet, e as palavras eram o que pareciam e essa parecia o dia anterior e é isso que é hoje.

 

E nada contra, porque "bem podia ser para hoje, porque amanhã não sabes se vais cá estar".

 

São rosas Senhora, são rosas

Gosto das flores nos jardins, nos vasos, na roupa, nas malas, agora brincos é que não (coisas aleatórias nas orelhas? jamais como o aeroporto).

 

Ainda assim, corro o risco de parecer a mulher menos romântica e mais ressabiada do mundo. 

 

Isto porque comprar ramos de flores, sobretudo rosas, para oferecer é bonito e entra até nas dicas de qualquer "seja romântico".

 

Mas tais rosas vão murchar por mais que nos esforcemos para que isso não aconteça.

 

E sobretudo são caras, dinheiro esse que dava quase para fazer um jardim, para pelo menos levar alguém a passear num jardim, e quem sabe até para comprar algo que não esteja morto nem vá dar sinais disso em breve.

 

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D