Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Insensatez de Menta e Chocolate

Insensatez de Menta e Chocolate

O príncipe e a engenheira

Estamos na fase da igualdade de direitos, mas se por um lado nos ensinam que devemos ser todos iguais, continuamos a inundar as crianças com os estereótipos do que é para os meninos e o que é para as meninas.

 

Os brinquedos estão feitos para nos separar entre os pilotos, guerreiros e futebolistas das princesas, cozinheiras e cabeleireiras, e outras coisas que tais.

 

Existem muitas diferenças entre homens e mulheres, e é bom que assim seja.

 

Mas se a própria definição do azul para o sexo masculino e o cor-de-rosa para o sexo feminino foi uma convenção, e é bastante refutável.

 

A ideia do que fazemos bem, ou não fazemos, ser baseada no género que aleatoriamente nos calhou, é no mínimo criativa.

 

Ter um emprego não é coisa de passarinhos

Precisamos de dinheiro, é isso.

 

E de entre as muitos conceitos que o Homem inventou um deles e que preocupa muita gente, é ter um emprego.

 

Há aquela velha questão do trabalhar versus ter um emprego, que o que todas as pessoas querem é ter um emprego e não trabalhar e coisa e tal.

 

Mas a minha questão (e mesmo sabendo que iria ser aniquilada se alguém lesse isto e eu fosse alguém) prende-se com o facto de que gostar do que se faz é mais importante do que ter uma ocupação.

 

A crise deu lugar a muitos negócios novos, a muitas pessoas que descobriram o que de facto queriam fazer e isso resulta, como resultam as coisas que as pessoas fazem por gosto e ninguém tem de gostar do mesmo, mas as pessoas brilhantes só o são porque são fascinadas por aquilo que fazem.

 

E admito (ainda que com alguma relutância) que possamos precisar de ter um emprego que não nos fascina, mas pelo menos haverá sempre uma oportunidade, mesmo que não nos paguem para isso, de fazer o que nos faz sentir realizados.

 

E sejamos ninguém, porque ninguém é quem queria ser.

 

 

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D